O melhor da vida é tudo aquilo que nos deixa feliz, pode ser uma recordação de alguém, de um lugar, de aromas e sabores que permeiam nosso caminho...
Daquela música que faz parte das nossas memórias afetivas e não conseguimos esquecer...
O melhor da vida pode ser o convívio com a família, o encontro com os amigos, poder brincar com o seu melhor amigo de quatro patas e não perceber o tempo passar...
Cuidar de si e da própria vida, enfim... Está em tudo que permite a nossa alma sorrir...
Pensando exatamente no melhor que a vida pode nos dar, é que nasce este Blog, com a intenção de falar de tudo que possa deixar a vida mais alegre, mais leve, mais antenada, lúdica e real!!!































quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Oi pessoal eu sou o Lúcius, mas conhecido como o Lú, sou um menino como outro qualquer, gosto de música, adoro brincar de pirata, sou curioso, criativo, sonhador, divertido, gosto muito de livros e de escrever, mas tenho um certo "defeito de fábrica", ainda não aprendi a falar o R de rato, troco pelo L de lata, penso que isso é um grande problema, mas aqui vocês não vão perceber,  porque a Didier é que vai postar para mim, eu escrevo no papel e depois ela digita, boa essa parceria não acham?
Gosto muito de comer e por isso quero deixar  neste meu primeiro recadinho, a minha receita preferida, eu já fiz com a minha mãe, se gostarem  façam com seus filhos, sobrinhos, amigos, quem quiser, é muito legal, tirei do meu livro de culinária favorito:
Juju na cozinha do Carlota , escrito pela chef Carla Pernanbuco, Juju é a filha dela, que como eu adora cozinhar!!.


    Petit Gateau de Doce de Leite
(bolo pequeno em francês)


Os ingredientes:
1xícara rasa de doce de leite
8 colheres de sopa rasas de manteiga
1/4 de xícara de açúcar
1/4 de xícara de farinha de trigo
2 gemas
2 ovos inteiros
1pitada de canela
1pitada de cravo em pó.
1colher de chá de baunilha


O preparo:


Leve o doce de leite e a manteiga  no microondas por 2 minutos se não tiver, pode misturar numa panela em fogo baixo. As mães devem fazer esta parte.
Coloque os ovos e as gemas e mexa, vá misturando com a colher devagar.
Peneire o açucar e a farinha de trigo em tigelas separadas.
Depois misture ao doce de leite com a manteiga, o açucar,  a canela, a baunilha o cravo e a farinha.
Misture bem, essa parte é legal, eu adoro!!
Unte as forminhas, eu sou campeão em untar formas, faço isso sempre para a minha mãe!!
Agora, asse em forno médio pré-aquecido por 8 minutos.
Depois de pronto você serve com uma bola de sorvete de creme, junto com uma calda de frutas vermelhas.
A calda é fácil, ensino de olhos fechadinhos!!!
É só pegar algumas frutas vermelhas: morango, amoras, framboesas, também pode ser geléia, ou fruta congelada, mais uma xícara de água e 1/2 de açúcar.
Levar tudo ao fogo, deixe ferver até dissolver o açucar, eu gosto com os pedacinhos das frutas , mas a Juju no livro manda bater no liquidificador e passar numa peneira para a calda ficar fininha.
Espero que gostem, eu amo!!!!!
Até mais!!
 







terça-feira, 30 de agosto de 2011

Fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa

A Teoria dos Cinco Elementos

De acordo com a MTC, o Qi  manifesta-se no universo por Cinco Caminhos distintos, são eles os Cinco Movimentos ou as Cinco Transformações, representadas por Cinco Elementos: Fogo, Terra, Metal, Água e Madeira.
Como parte do universo o corpo e a mente também  estão expostos à energia desses elementos, assim como os pares de órgãos ( Zang Fu) e os seus Meridianos.
Os Cinco Elementos são representados por um par de Zang Fu, uma estação do ano, um sabor e até mesmo um tipo de emoção, tentarei esclarecer melhor:
Elemento Fogo
Órgãos: Coração, Intestino Delgado e Pericárdio.
Estruturas: Vasos sanguíneos, sangue e linfa.
Emoção: Alegria.
Abertura: Abre-se na língua. Ponta da língua vermelha, pode indicar excesso do elemento  Fogo.
Sabor: Amargo.
Clima: Quente.
Estação do Ano: Verão.

Elemento Terra
Órgãos: Baço e Estômago.
Estruturas : Músculos.
Emoção: Preocupação.
Abertuta: Abre-se na boca.
Sabor: Doce. O doce da batata-doce é a melhor representação deste sabor.
Clima: Úmido
Estação do Ano: Transição entre o verão e o outono .

Elemento Metal
Órgãos: Pulmão e Intestino Grosso.
Estruturas: Pele.
Emoção: Mágoa, tristeza.
Abertuta: Nariz. As sinusites e rinites são patologias relacionadas com Pulmão, assim como todas as doenças de pele, segundo a MTC, é claro.
Sabor: Picante.
Clima: Árido.
Estação do Ano: Outono.

Elemento Água
Órgãos: Rins e Bexiga.
Estruturas: Ossos.
Emoção: Medo.
Abertura: Orelhas (ouvido) . Zumbido no ouvido , geralmente  para a MTC é deficiência de Rim.
Sabor: Salgado.
Clima: Frio.
Estação do Ano: Inverno.

Elemento Madeira
Órgãos: Fígado e Vesícula Biliar.
Estruturas: Tendões e ligamentos. Tendinites são tratadas, utilizando-se pontos de Fígado.
Emoção: Raiva, rancor.
Abertura: Abre-se nos olhos. Olhos vermelhos podem indicar excesso  na energia de Fígado.
Sabor: Azedo.
Clima : Vento.
Estação do Ano: Primavera.

Entre estes elementos existe uma interdependência, vejamos a seguir:

Ciclo da Criação ou Mãe e Filho:
No ciclo da Criação, o elemento Fogo é mãe da Terra,esta  por sua vez é mãe do Metal, que é mãe do elemento Água, que é mãe de Madeira, que por fim é mãe de Fogo.

A Madeira abastece o Fogo pela queima.
O Fogo cria a Terra através das cinzas.
A Terra cria o Metal, pelo endurecimento.
O Metal nutre a água.
A Água cria Madeira pela nutrição da Terra.


Ciclo de Controle ou Ciclo Ke.
Fogo controla Metal, derretendo-o.
Metal controla Madeira, cortando-a.
Madeira controla Terra, cobrindo-a.
Terra controla Água, represando-a.
Água controla Fogo apagando-o.

Desta forma, quando avaliamos, o paciente dentro dos Cinco Elementos teremos, muito mais ferramentas para descobrir os desequilíbrios que possam estar causando determinada patologia.



Aspectos Mentais dos Cinco Elementos

Fogo:  Negativo: pretencioso, indiferente,desanimado, impaciente, arrogante,sem senso de humor, frio.
           Positivo: animado, sábio, entusiasmado, falante, alegre, caloroso, íntegro, amoroso, de gosto refinado.


Terra: Negativo: invasivo, desajeitado, falso, ambicioso, glutão, ansioso, egoísta, vive se culpando, não confiável.
          Positivo: inteligente, justo, sensato, sensível, equilibrado, seguro, harmonioso, sociável.


Metal: Negativo: desonesto, pedante, grosso, baixa autoestima, negativo, melancólico, reclamão, triste.
           Positivo:  corajoso, animado, afetuoso, educado, elegante, firme, honesto, franco.


Água: Negativo: agitado, negativo, fraco, apressado, mentiroso, inconstante, medroso.
          Positivo:  calmo, gentil, criativo, protetor, solidário, sensitivo, tranquilo, original, atencioso.


Madeira: Negativo: irado, vingativo, desconfiado, implicante, astuto, autoritário, competitivo, agressivo.
               Positivo: generoso, inteligente, humilde, calmo, suave, clarividente, contrutivo, gentil.


No próximo post estarei falando mais sobre os Cinco Elementos e como usá-los de forma prática.
Até mais!!



Ao meu querido Lú, tão pequeno no tamanho e tão grande nas preferências musicais!!
Essa é a sua preferida, não é?
Nana Caymmi, uma das grandes Damas da Música  Brasileira...
Escolhi este vídeo para que você possa cantar junto, meu raio de sol...

Abraço em todos!!!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Homens e Vinho

O vinho é companheiro do homem há pelo menos 7 mil anos e esta parceria fez nascer poemas,  frases, pensamentos, enfim... O vinho pela ótica de poetas, escritores, religiosos, governantes, pessoas importantes, que marcaram a sua época  e que foram conquistadas por esta bebida milenar!!
 Deixo  aqui alguns exemplos:


"Por mais raro que seja, ou mais antigo,
Só um vinho é deveras excelente.
Aquele que tu bebes, docemente,
Com teu mais velho e silencioso amigo".
      ( Mário Quintana)


" Agora que a velhice começa, preciso aprender com o vinho a melhorar envelhecendo e sobretudo, escapar do perigo terrível de, envelhecendo, virar vinagre."
                                      ( Dom Helder Câmara)


" Existe mais filosofia dentro de uma garrafa de vinho do que em todos os livros."
                              ( Louis Pasteur) 


" A arte do bem beber se contrapõe justamente ao vício de beber mal."
                                  ( Fernando Sabino)


" Nas vitórias é merecido, nas derrotas é necessário."
                   ( Napoleão Bonaparte)


" O vinho que se bebe com medida jamais foi causa de dano algum."
                     ( Miguel de Cervantes)

"O vinho é composto de humor, líquido e luz".
                (Galileu Galilei)

  " Só a dose faz o veneno".
       ( Paracelso)

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Amma a Santa do Abraço

Uma mulher e a sua missão: Abraçar o planeta e desta forma despertar o mundo para  projetos humanitários, esta é Mata Amitanandamayi, mas conhecida como Amma, mãe em sânscrito, ela percorre vários países, inclusive  já esteve no Brasil, oferecendo abraços, já abraçou mais de 27 milhões de pessoas, chega a passar 30 horas abraçando, sem comer, sem beber água ou ir ao banheiro. Ela é considerada por muitos como uma santa viva, é reverenciada na Índia e em vários países.
Amma e o seu toque são provas de amor, humildade, doação incondicional ao outro...
Quando abraçamos alguém o trazemos para perto do nosso coração, nas proximidades do nosso Chakra Cardíaco, templo sagrado na qual cintila a chama trina do amor. Quando expandido este centro energético potencializa a capacidade de amar incondicionalmente, portanto não economizem abraços, sigam o exemplo de Amma esta Mahatma do Abraço!!
Deixo com vocês um pequeno vídeo de Amma, sua peregrinação pelo mundo e seus afetuosos abraços.
Abraço grande em todos!!!






"Elimine todos os seus pesares do passado. Depois de aprender esta arte, tudo acontece de forma espontânea e sem esforço."
                                                                           ( Amma)

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Um oráculo chamado Tarot

Eu e o Tarot :  Uma paixão, que virou amor para sempre...
O Tarot está na minha vida há muito tempo, pelo menos uns 25 anos...
Tive uma mestra generosa e sábia que me ensinou  tudo que sabia sobre as cartas, sobre a essência deste oráculo, pelo qual tenho uma profunda gratidão e um imenso  respeito...
Portanto, não  poderia deixar de falar neste oráculo maravilhoso, cuja a origem é cercada de muitos mistérios, alguns estudiosos falam que ele surgiu no Egito, outros dizem que ele teve sua origem junto às crenças Célticas, na época do Santo Graal, alguns menos românticos e mais confiantes nos materiais históricos, afirmam que o Tarot surgiu na Renascença, sem dúvida nenhuma, se for para falar em evidências concretas, as primeiras imagens dos Arcanos Maiores foram desenhadas e pintadas na Itália no final do séculoXIV.
Dizem os estudiosos que o Tarot mais antigo que se conhece, está no Cabinet d' Estampes na Biblioteca Nacional de |Paris, cujo dono, teria sido ninguém mais que  o rei Carlos VI. Conta-se ainda  que as cartas mais lindas que já foram pintadas  pertenceram ao Duce Filippo Maria Visconti e que ele teria pago o equivalente à 1.500 florins em ouro, ao pintor Marziano de Tortona. Como se pode ver, são muitos os relatos sobre a origem deste oráculo!!
Existem muitos tipos de Tarot desde dos mais clássicos, como de Marselha, o Grand Estteilla e Ride-Waite até os mais contemporâneos, tais como: O Tarot Mitológico, dos Boêmios, o lindíssimo Tarot Namur, Tarot  Encantado, o Tarot de Alba Donata, um dos mais belos na minha opinião e  sem falar no mais famoso de todos: O Tarot de Salvador Dali, grande mestre da pintura surrealista.
 Para mim, o Tarot é mais que um oráculo de advinhação, ele é uma ferramenta na qual podemos nos conhecer, ele é o espelho, onde somos desvendados, gosto do Tarot para a auto-descoberta .
O baralho completo de Tarot é composto por  78 cartas, sendo os 22 Arcanos Maiores e os 56 Arcanos Menores que são divididos em Naipes: Ouro, Copas, Paus e Espadas .
Começarei falando sobre os Arcanos Maiores que  na verdade são arquétipos da personalidade humana, cada carta representa a viagem  da carta 0, chamada de O Louco, a criança livre que temos dentro de cada um, o curioso, astuto e ingênuo ao mesmo tempo, mas muito feliz com o que a vida lhe dá.
O Louco, não teme o abismo e se joga nele só para saber a profundidade que ele tem... Quem de nós não já foi "um louco", na vida, nas escolhas, no amor?...
Gostaria de lhes apresentar este oráculo, carta por carta, com todo o carinho e respeito que ele merece.


                                             
                                                                Tarot Fiabeschi
                                           Fotos: Didier          

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A Degustação

Voilà!!  Esta é a melhor parte, mas também a que exige mais atenção, mais sutileza e sensibilidade.
A palavra  Degustação é traduzida pelos especialistas do mundo do vinho, como sendo a análise sensorial ou o exame organoléptico, que tem por objetivo  apreciar as qualidades ou detectar os defeitos de um vinho.
Aqui, prefiro chamar de Degustação, o ato de provar ou melhor de se criar uma certa intimidade com o vinho, saber degustar é meio caminho andado para o saber beber . Degustar é mais que beber é saborear, descobrir, desvendar...
É justamente esta arte, que tentarei explicar da forma mais simples, sem enochatiches, somente  com muito enoprazer em  conhecer e aprender para com toda certeza, praticar!!!
A degustação envolve três dos nossos sentidos: A Visão,o Olfato e o Paladar.

Etapas da Degustação

Exame Visual :
Nos permite distinguir a cor, a limpidez, o brilho e a fluidez de um vinho.
A cor:  A cor irá nos fornecer informações importantes sobre a qualidade e principalmente a idade do vinho.
Por exemplo, uma cor leve, indicará um vinho leve, uma cor intensa nos informa que este vinho é mais encorpado . Em relação à idade do vinho por exemplo, com o envelhecimento os vinhos tintos passam a ter tons alaranjados, enquanto que os vinhos brancos, com o passar dos anos tendem a ficar dourados e os rosés acastanhados.
A intensidade da cor é mais comum em vinhos jovens:
Tintos-jovens: violácea, tom rubi,
Tintos-maduros: rubi com reflexos atijolados, ou alaranjados.
Brancos-jovens: tons esverdeados .
Brancos-maduros: amarelo  palha, ou dourado.
Rosé-jovem: rosa claro, salmão.
Rosé-maduro: castanho.

Para que se possa testar visualmente o vinho, basta inclinar a taça sobre um guardanapo de papel branco, desta forma você poderá visualizar a cor do vinho e ficar sabendo a sua idade e qualidade. Vale à pena testar!!

A limpidez e o Brilho: Deverá ser testada, colocando-se a taça de vinho em frente de uma fonte de luz, o vinho de boa qualidade, deve ser límpido e brilhante . Não deve ser pálido.

A Fluidez: Caracteiza a viscosidade do vinho,ela pode ser observada quando fazemos o copo rodar, quando o vinho assenta, os compostos viscosos (álcool, glicerol e os açúcares) ficarão "agarrados`" à parede da taça sob a forma de lágrimas,. Quanto mais álcool, mais lágrimas terá o vinho. Mas o fato de um vinho ter muitas lágrimas não o classiofica como melhor, embora alguns especialistas costumam falar que vinho " chorão"( com muitas lágrimas), dá uma sensação de volume na boca, tem até um dittado português que diz:
"Ou chora o vinho ou choro eu!"

Gás carbônico: A grande parte dos vinhos não tem espuma, pois a quantidade de gás carbônico é pouca, por isto são chamados de vinhos tranquilos.
Este gás só existe em maiores quantidades nos vinhos espumantes
( Champagne, Prosecco, Lambrusco) .
Um espumante de qualidade tem que apresentar perlage ( conjunto de pequenas bolhas) de diâmetro bem reduzido, em grande quantidade e de longa duração.

 Exame Olfativo:
Etapa importantíssima para a desgustação, é através deste exame, que poderemos perceber a grande variedade de aromas que um vinho pode ter. Além é claro, de nos permitir estudar a sua intensidade, qualidade e caráter.
O olfato é um dos sentidos mais usados pelos seres vivos de forma geral, os animais se utilizam muito deste sentido. Os cheiros despertam em nós lembranças imediatas, seja o aroma de uma comida, de um perfume, de um lugar, fazendo com que rapidamente nossa mente se recorde.
Na desgustação este exame é fundamental, pesquisas já comprovaram a presença de 500substâncias aromáticas no vinho...Haja olfato para descobrir todas elas!!
Para que possamos realizar o exame olfativo devemos fazer o seguinte:
Devemos rodar a taça para aerar o vinho e depois colocar o nariz dentro da taça e aspirar profundamente, fazendo isto iremos descobrir dois fatores essenciais para o exame olfativo, são eles:

A Qualidade do vinho: Vinhos quando bons possuem aroma agradável, quando sentimos cheiros desagradáveis em um vinho, isto indicará que se trata de vinho de má qualidade, se tiver cheiro de mofo, pode ser proviniente da rolha defeituosa, o chamado "Vinho Bouchonné", temos também um outro defeito bem comum, que é o vinho enxofrado, quando sentimos cheiro de enxofre, devido ao excesso deste componente químico, durante a vinificação e por último, o vinho oxidado, geralmente sentimos cheiro de cetona, ou solvente de tinta, ou até mesmo de vinagre, isto nos indicará que o vinho já passou da idade, ou foi mal conservado.

Os Aromas:  Em um vinho de qualidade os aromas são perceptíveis, intensos, ou até mesmo sutis, mas com toda certeza estão presentes. Vinho não pode ter cheiro e gosto de uva, caso contrário não será vinho, será suco!!!
 Os especialistas costumam classificar os aromas desta forma :
 Aromas Primários:  Fazem parte da uva, e normalmente não persistem no vinho, geralmente são encontrados em vinhos elaborados com uvas muito aromáticas como a moscatel. Falaremos mais tarde sobre as castas.

Aromas Secundários: Se originam das diversas substâncias que nascem no processo de fermentação. Um bom vinho não tem apenas aroma de álcool, mas muitos outros aromas, que variam de acordo com com o tipo da uva e o tipo de vinificação usada.
Por exemplo, nos vinhos tintos prevalecem os aromas de frutas vermelhas tais como: cassis, amora, framboesa, groselha, ameixas, frutas secas que vão desde de nozes, amêndoas, até avelã,.
Sem falar nas especiarias: canela, alcaçus, baunilha e muitas outras.
Já nos vinhos brancos,os aromas secundários são aromas de frutas cítricas tais como: limão, tangerina, abacaxi, além de frutas frescas como maça, pêssego, pêra. Podemos encontrar também aromas de flores: rosa, jasmim e aromas mais complexos com o mel, caramelo, e os aromas ditos minerias.

Aromas Terciários:  Estes aromas surgem da união dos aromas secundários com aromas que se formam no amadurecimento do vinho em barricass de carvalho, ou até mesmo no envelhecimento do vinho  na garrafa, os especialistas os chamam de  "Evoluídos".  Estes aromas irão formar o que  chamamos de Bouquet.
São eles: substâncias torradas ou torrificadas tais como: café, cacau e o  açucar queimado. Aromas amadeirados, como a serragem. Aromas animais, sendo  o principal deles,  o couro, característico dos vinhos tintos de  guarda, após longa conservação. Aromas inusitados, como: manteiga, compota de frutas, fermento e etc.


Exame Gustativo:
A boca nos permite analisar o sabor do vinho.O sabor por sua vez resulta de diversos estímulos: Gustativos, Térmicos, Táteis e Químicos. Para a realizar este exame o degustador deve colocar um pequeno gole de vinho na boca  e fazê-lo "borbulhar", fazendo-o circular na língua para sensibilizar os receptores sensoriais da boca.

Estímulos Gustativos:
Cada um dos componentes  do vinho confere-lhe um sabor especial, desta forma, é na  boca que o degustador de vinhos, sente os quatro sabores fundamentais:
Doce, Ácido, Salgado e Amargo.

O Sabor Doce: É formado pelo álcool e pelos açúcares que dão ao vinho uma sensação de untuosidade. É percebido, na ponta da língua, é nítido nos vinhos doces, mas pode ser sentido em vinhos secos.

O Sabor Ácido: Se origina  com a presença dos ácidos málico e láctico. É notado na parte inferior da região lateral da língua, confere à boca uma sensação refrescante, sendo mais comum em vinhos jovens e brancos.

O Sabor Salgado: Nasce da presença de alguns minerais, sabor raro que na verdade não deve existir.         É perceptível, na região lateral da língua.

O Sabor Amargo: Os taninos colaboram para a formação deste sabor, que por sua vez é sentido na parte posterior da língua, deve ser discreto e agradável, caso contrário será tratado como defeito.

Estímulos Táteis:
Indicam a textura, o corpo e a adstringência  do vinho.
Textura: Um vinho pode ser macio, áspero, rude, aveludado, esta sensação depende basicamente dos ácidos, dos taninos e da quantidade de álcool.

Corpo do vinho: É a sensação de volume que ele provoca na boca, por exemplo, um vinho pode ser "aguado" , quando não faz volume, ou "encorpado", quando temos a sensação de poder mastigá-lo.
Sente-se então a sensação de boca cheia, como costumam falar os especialistas.

Adstringência:  Nada mais é do que aquela sensação de travo na boca, como se tivéssemos comido uma
"fruta verde", também é chamada de tanicidade, geralmente os taninos são encontrados em quantidade significativa nos vinhos tintos,  quanto mais tânico for um vinho, mais jovem ele será, isto significa que os seus taninos não foram "domados" e que este vinho ainda envelhecerá...
O "efeito agulha" é a última sensação tátil,  este efeito é provocado pelo gás carbônico e vamos encontrá-lo nos vinhos espumantes.


Estímulos Térmicos: Dão uma indicação da temperatura, quente ou frio, mas mesmo quando está gelado, o vinho ainda assim pode provocar uma sensação quente,  também denominada de
 Sensação Pseudo-Térmica, isto se deve à quantidade de álcool.

Estímulos Químicos:  Determinados componentes do vinho, provocam sensações especiais,
 por exemplo:  os ácidos muitas vezes podem irritar as mucosas e a gengiva.


Tentei mostrar os caminhos para que possamos  desgustar o vinho, de forma simplificada, mas com conhecimento suficiente para transformarmos o ato simples de beber em algo melhor:  Desvendar os muitos segredos que uma única garrafa de vinho pode conter.
Tentem, beber vinho agora ficará mais divertido, principalmente se a companhia for boa!!!!!!
No próximo post escreverei sobre os acessórios.
Até mais!!!



                                          Foto: Didier                                                                     

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa

Substâncias Fundamentais
A Medicina Chinesa considera como função do corpo e da mente a interação de substâncias ditas fundamentais ou vitais.
As chamadas substâncias fundamentais, tão importantes para a MTC, são:

Qi:  A palavra Qi é muito difícil de ser traduzida, alguns especialistas a traduzem como sendo " Força Vital", "Força da Vida"e por último a definição que mais gosto: "Energia". O Qi para os estudiosos de MTC é a base de todos os fenômenos que ocorrem no universo. As principais funções do Qi são:
O movimento do corpo.
Controle do Sangue.
A regulação da temperatura.
A proteção dos órgãos.
Existem vários tipos de Qi e cada um deles desempenha uma função, cada órgão segundo a MTC, possui o seu Qi .
Shue:  É assim que o sangue é chamado, suas principais funções para a MTC, são:
Nutrir e umedecer  os tecidos, músculos, tendões e os órgãos.
Fluídos Corpóreos: São chamados de Jin Ye, são originados dos alimentos e dos líquidos e são transformados pelo baço. Abrangem as diferentes secreções do corpo, tais como: suor, urina, lágrimas .

Essas substâncias são importantes para o funcionamento equilibrado dos órgãos, ou melhor dos Zang Fu.
As patologias para a MTC, são resultantes do desequilíbrio de Qi, Shue e Jin Ye.


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Obrigada!!!!!!

Vim para agradecer o carinho de todos : amigos do blog, amigos da vida.
Tem sido muito bom escrever e receber este feedback vindo de vocês,  de forma tão carinhosa, tão acolhedora...
Obrigada mãe, adoro suas postagens, mas você não conta.... É a mãe mais  coruja  do planeta, te amo!!
Carminha, Rosany e Angélica muito obrigada pelo carinho de vocês!!
À vocês todos que por aqui passam, mesmo sem deixar seus comentários, muito, muito obrigada!!
Em agradecimento, deixo aqui de presente este vídeo da Zizi Possi, cantando com  sua filha Luíza Possi, no show de gravação do DVD da Luíza, eu estava lá e este foi um dos momentos mais emocionantes do show!!  O talento das duas é único e a música é linda...
Abraço carinhoso em todos!
Didier

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Recebi esta dica de uma amiga, a Mônica e gostaria de compartilhar com todos que por aqui passam, o Google possui um site onde é possível conhecer os museus mais importantes do mundo, dentre eles o Palácio de Versalhes, o Museu de Van Gogh e muito mais. Já entrei e fiquei encantada, se trata de um recurso a mais para todos os amantes da Arte. Visitar virtualmente museus de vários países, sem sair de casa é  um sonho, agora possível para quem gosta e vive de arte!!!
O endereço do site é: http://www.googleartproject.com/
Vale à pena conhecer!!!

La Vie en Rose

Para homenagear alguém muito especial, uma versão moderna desta música que tanto amo!!!
Grace Jones, numa interpretação pra lá de inusitada!!
Espero que gostem!!
Didier

La Vie en Rose

Sou uma pessoa movida à música, não consigo imaginar meu dia sem acordes, melodias, sem música...
Gosto de muitos rítmos, mas existe uma canção que me acompanha desde  sempre, por isso falo que é a "minha música", ela está presente em todos os meus momentos, nas minhas conquistas, nos meus aprendizados, nas descobertas que faço de mim... Enfim, digamos que esta música é a trilha sonora dos meus caminhos.
La Vie en Rose fala de amor, de cumplicidade, daquele amor que todos desejamos, por completo, de corpo, alma e coração... Amor que basta estar alí para que possamos enxergar a vida cor de rosa...
A primeira vez que escutei La Vie en Rose, foi na voz de Edith Piaf, simplesmente arrebatador, meu coração nunca mais sobreviveu sem esta voz...
Depois vieram outras intérpretes e as minhas preferidas para esta música são: Bibi Ferreira,Mireille Mathieu, Madeleine Peyroux, Amália Rodrigues e recentemente descobri Grace Jones, cantando vigorasamente La Vie en Rose de uma forma bem contemporânea, que confesso: gostei!!
Mas ainda assim, falta uma voz, que faria toda a diferença...Seria encantador, escutar a Zizi  Possi cantando La Vie en Rose.. Mon Dieu!! O que será de mim?  Provavelmente estarei no ar, voando por aí, de tanta emoção....
Enquanto eu fico por aqui, sonhando por entre nuvens, deixo vocês em ótima companhia:
Bibi Ferreira, esta grande dama dos palcos e sua magnífica interpretação de La Vie en Rose, música de Piaf, mas também muito minha!!!!!
Abraço em todos!!!!
Didier



A Vinificação

A Vinificação dos Vinhos Brancos

O vinho branco normalmente é elaborado a partir de uvas brancas ou, mais raramente, a partir de uvas tintas sem as cascas.
As uvas são diretamente prensadas, esta prensagem é rápida para evitar qualquer oxidação dos mostos.
Para se obter vinhos finos e de alta qualidade, a fermentação deve ser efetuada com sumos claros, ou seja devem ser eliminadas todas as partículas vegetais da uva ( casca, pendúnculo..) .
A fermentação alcóolica deve ser lenta e pouco agitada para que se possa conservar ao máximo os aromas do vinho. Para isto, manter a temperatura por volta dos 20 graus, é fundamental .
Geralmente vinhos brancos são para ser consumidos mais jovens, por isso são mais frutados, leves, frescos, por este motivo não passam pela fermentação malolática, no entanto, quando se quer que eles se sejam longevos e que tenham uma característica mais untuosa, que sejam mais  encorpados, eles são submetidos à esta fermentação, assim como passam também pelo processo de envelhecimento em barris de carvalho.



A Vinificação dos Vinhos Rosés


Os vinhos Rosés são elaborados a partir de uvas tintas esmagadas com a casca que são retiradas tão logo o vinho adquira uma cor rosada, portanto os vinhos rosés se aproximam dos tintos pela cor e dos brancos, pelo seu caráter gustativo.  São elaborados como os vinhos brancos, este processo é chamado de Vinificação em Branco, por isso são mais leves e frutados.

A Vinificação dos Vinhos Fortificados

O vinho fortificado se difere dos demais,  por receber aguardente vínica, o que o torna mais alcóolico.
Bons exemplos de vinhos fortificados são : O vinho do Porto, o Jerez, o Madeira e o Marsala, estarei comentando  de cada um, mais adiante.


Não falei da Vinificação dos Espumantes e Champagnes , pois  escreverei  um capítulo à parte sobre eles.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Deixo aqui, um abraço afetuoso para uma amiga especial que está literalmente de "molho", mas que sairá dessa logo logo e  de um jeito que só ela sabe: com garra, bom humor, música, poesia e muita disponibilidade para viver, ensinar, encantar e aprender!!!!!!
Para uma alma poética só mesmo outra, portanto deixo aqui um poema de Cecília Meireles, que gosto muito.
Essa é para você Carminha, amiga do coração!!!!
Saúde, Amor e Luz!!!!!!!!!!
                           
                  Motivo

      Eu canto porque o instante existe
      e a minha vida está completa.
      Não sou alegre nem sou triste:
      sou poeta.

       Irmão das coisas fugidias,
       não sinto gozo nem tormento.
       Atravesso noites e dias
       no vento.

       Se desmorono ou se edifico,
       se permaneço, ou me desfaço,
       não sei, não sei. Não sei se fico,
       ou passo.

       Sei que canto. E a canção é tudo.
       tem sangue eterno a asa ritmada.
       E um dia sei que estarei mudo:
       mais nada.

            ( Cecília Meireles)
  

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Ao meu pai com amor.

Não sei bem como iniciar este texto, possivelmente o mais fácil e o mais difícil para mim...
Fácil, se eu levar em conta que falar do meu pai, sempre será bom.... Meu pai é um grande pedaço de mim, foi e continua sendo a melhor parte da minha vida, meu porto seguro, meu  guardião, minha eterna criança grande....
Com ele eu sempre estava segura,  protegida na luz do seu olhar, no aconchego do seu colo quentinho, amparada pelo seu carinho infinito por mim....
Difícil falar, sem que as lágrimas escorram, sem que minha voz embargue, sem que eu volte no tempo....
Mas apesar dessa saudade imensa, que ainda dói, eu sei que ele está bem e muito feliz e que entre nós nada mudou, apesar de estarmos em mundos distantes, de sentir falta do seu abraço, das suas cantorias, das suas estórias engraçadas, sei que o nosso amor,  é o nosso elo de ligação para sempre....
Meu pai era divertido, alegre, um sol nas nossas vidas... Lembro dele, como se fosse hoje, cantando: " Vou passear na floresta, enquanto o seu lobo não vem"... Eu saia correndo  para me esconder do lobo, muito feliz por estar alí, depois a gente ria até não querer mais e era tão bom....
Meu pai é a pessoa mais especial, que tive a permissão de conhecer neste mundo material, quando eu nasci ele me acolheu com todo o seu amor imensurável, me amou tanto que ainda tenho reflexos deste amor na minha vida hoje, aprendi com o meu pai o valor das palavras, a importância do estudo, o papel  da família nas nossas vidas, aprendi com o meu pai, que amar não custa nada, que devemos ajudar qualquer um, sem perguntas, sem cobranças, pois  a generosidade é uma das grandes lições do Universo: Deus é generoso, assim como a natureza, como os astros, como a vida!!!!
Com o meu pai entendi, que o que faz uma pessoa ser verdadeiramente boa, não são somente as suas atitudes perante às pessoas e à vida, é de verdade,  a sua disponibilidade para se doar, amar e viver intensamente a vida de cada dia, como se não houvesse mais nada,  só o compromisso de ser feliz e de fazer alguém feliz!!!
Pai, te amo por todas as vidas que eu ainda possa ter... Obrigada pelo seu amor, maior do que eu mereço, melhor do que eu poderia imaginar....
Feliz Dia dos Pais, no domingo estaremos juntos, da nossa forma, do nosso jeito, celebrando este nosso amor!!
Seja muito Feliz!!!!
Beijo.
Da sua menininha!!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

A Vinificação

Aqui nasce a alma do vinho, desconhecido por muitos anos, este processo hoje além de ser  conhecido é controlado, graças aos conhecimentos enológicos.
Embora a tecnologia e a ciência tenham avançado muito nos últimos anos nas propriedades vinícolas, não se pode esquecer de algo muito importante:
É  a mão do vinificador que dá ao vinho o seu estilo, que cria a sua personalidade.

A Vinificação dos Vinhos Tintos

A coloração do vinho tinto sai da pele das uvas tintas, quando é diretamente prensado o sumo sai incolor, na elaboração destes vinhos é necessário pôr o sumo e a pele em contato para que a cor possa ser transmitida ao mosto, esta etapa dentro da vinificação chama-se de maceração, é a carcterística principal da elaboração dos vinhos tintos.

Etapas:
Esmagamento e Maceração: As uvas passam pelo desengaçamento, retirada dos cabinhos, onde estão presos os bagos, depois são esmagadas. O objetivo do esmagamento é a retirada da pele para que o sumo e a polpa entrem em contato. Posterirmente este mosto( suco da uva), mais o bagaço são levados para tanques de inox, onde ocorrerá a fermentação, denominada de Fermentação Tumultuosa, ou melhor, Fermentação Alcóolica, que dura cerca de 48 horas a cinco dias e deve ser feita com controle de temperatura entre 20 a 30 graus.
Caso o grau de açucar das uvas não seja suficiente,  em alguns países é permitida a Chaptalização, que consiste na adição de cana  para que desta forma o vinho atinja a graduação alcóolica correta, contudo esta elevação tem um parâmetro, só é possível elevar de 2 a 5 % o teor alcóolico . Nesta fase ocorre a maceração, ou seja o álcool obtido irá extrair a coloração das cascas. A duração da maceração é de acordo com o tipo de vinho que se quer obter, para vinho leve e pouco tânicoela será de alguns dias, mas no caso de vinhos encorpados e de longa guarda pode levar de 2 a 3 semanas .
Durante a maceração,as cascas sobem e formam uma camada denominada de chápeu, para que todas as cascas estejam em contato com o álcool, é necessário realizar uma operação chamada de remontagem, nada mais é que o bombeamento do suco que está no fundo sobre o chapéu.

Prensagem: Para finalizar a maceração, escoa-se a cuba, ou seja separa-se por gravidade o vinho do bagaço, o vinho que escoa tem o nome de "Vin de Goutte" . O bagaço é em seguida prensado para dar origem ao "vinho prensado", mais rico em cor e componentes tânicos.

Fermentação Malolática:  Esta fermentação não é realizada por leveduras , mas pela presença de bactérias do ambiente ou que são adicionadas ao mosto, é uma fermentasção benéfica pois irá transformar o ácido málico, de sabor forte e desagradável em ácido lático, bem mais agradável . Dura de 20 a 40 dias. Após a transformação, o vinho passa pela fase de estabilização em temperaturas  baixas (0 graus), com duração de três a quatro meses, sempre sob a supervisão do enólogo, é nesta fase que pode ocorrer o corte (assemblage), ou seja,  a mistura de vários vinhos de diferente uvas e safras.

Amadurecimento: Nesta fase o vinho passa por barricas de carvalho francês ou americano, por um período de seis meses a três anos . Logo após é realizado os procedimentos de clarificação, é a chamada limpeza do vinho, realizada através diferentes materiais, tais como a clara de ovo e o colágeno. Nesta fase também é realizada a filtração do vinho, atualmente muitos vinhos tintos não passam mais por este processo, para que haja maior preservação de determinadas substâncias que se perdem com o uso dos filtros.

Engarrafamento e Envelhecimento: Atualmente  o engarrafamento é automatizado, nesta fase, o vinho dependendo da sua qualidade, poderá passar de um mês a dois anos  dentro da garrafa, esta fase é chamada de envelhecimento, o vinho fica "repousando"  nas adegas das vinícolas,  até chegar ao consumidor final.
E voilà desta maneira nasce o vinho tinto!!!

Fotos: Didier              

Reflexologia na TPM

A reflexologia é um tratamento holístico e milenar, cuja técnica consiste em aplicar pressão suave em áreas reflexas nos pés para promover um relaxamento e ao mesmo tempo estimular os processos curativos do próprio corpo. Os pés assim como as mãos são considerados microssistemas, neles vamos encontrar todos os órgãos, por isso a técnica é chamada de reflexologia, cuja teoria é que os órgãos, nervos, glândulas e tecidos, estão conectados com áreas reflexas nos pés e nas mãos, existem ainda mais dois microssistemas importantes: a orelha e o nariz, falaremos em breve.
Neste post estarei mostrando os benefícios da Reflexologia  na TPM, ou melhor, na Tensão Pré-Menstrual, que pasmem, atinge cerca de 70% das mulheres, um dos motivos mais comuns é o desequilíbrio hormonal : Muito estrógeno e níveis inadequados de progesterona. A TPM atinge as mulheres por volta de duas semanas antes do ciclo menstrual,os sintomas são muitos, desde de cólicas, mudanças no humor, ansiedade, dores nas costas,cefaléias,depressão, retenção de líquidos e até prisão de ventre.
A alimentação é muito importante, deve ser rica em fibras, portanto as frutas e os cereais, podem contribuir e muito nesta fase. Diminuir a quantidade de sal, também irá ajudar, principalmente nas retenções, para isto deve-se aumentar a quantidade de água, evitar estimulantes como a cafeína é uma boa dica.
Para a TPM serão trabalhados os seguintes pontos:

Glândula pituitária
Tireoide
Pâncreas
Ovários
Coluna Vertebral


Ponto Reflexo da Glândula pituitária: (foto A)



Segure o dedão, com os dedos de uma das suas mãos com o polegar da outra trace uma cruz, desta forma você achará o centro do mesmo, faça leve pressão e faça movimentos circulares  nesta região por uns 20 segundos. Procurem centralizar, na foto, o desenho não está tão central, ok?



Ponto Reflexo da Tireoide: (foto B)


Com o polegar de uma das mãos, trabalhe a região logo abaixo do dedão, ela apresenta uma certa elevação, faça o movimento de baixo para cima .  Repita o movimento umas 10 vezes.




Ponto Reflexo do Pâncreas: (foto C)


Este ponto só é encontrado no pé direito, os outros já citados devem ser pressionados em ambos os pés, ok?
Vamos lá, Com uma das mãos sustente o pé pelo lado do polegar, com a outra mão, coloque o polegar abaixo do terceiro dedo e vá descendo até a linha do diafragma ( ver a foto), pressione a região e faça cículos por 20 segundos.




Ponto Reflexo dos Ovários: (foto D)


Trabalhe a lateral do pé, pouse o polegar a meio caminho entre a parte superior do calcanhar e o o osso do tornozelo ( ver a foto). Pressione levemente, como se estivesse desenhando círculos por 20 segundos.



Ponto Reflexo da Coluna: (foto E)



                                                             
Trabalhe o lado de dentro do pé , o lado medial.  Sustente o pé com uma das mãos e com o polegar da outra percorra devagar, toda a parte que vai do dedão até as proximidades  do maléolo medial , aquele osso que temos no tornozelo, ver a foto. Imagine que está percorrendo todas as vértebras, repita este movimento 5 vezes.
A reflexologia é uma técnica eficaz e que melhora a nossa qualidade de vida, espero que tenham gostado da dica, até a próxima.
Abraço carinhoso!!
Didier

terça-feira, 2 de agosto de 2011

A minha Arca de Noé

Desde que cheguei neste planeta Terra, que tenho um amor muito especial  por animais, principalmente cachorros, sempre os tive e  durante  uma época na minha vida, eram quatro, meus companheiros amados e inesquecíveis: Lalucha, a preferida,  pois a ganhei num momento muito delicado da vida, meu pai havia desencarnado e eu estava muito triste... Ela veio para alegrar, renovar, fazer sorrir...Viveu comigo por 12 anos e foi muito amada!!! Nesta época, também estavam o Aluchan que ganhei alguns após a Lalucha e os filhotes dos dois : Rebeca e Myague( a minha fase japonesa) . Hoje eles já não estão aqui, mas tenho certeza que estão bem!!! E gostaria de lhes agradecer pelo amor que me doaram,  em  todos esses anos que estiveram comigo....
Mas como não consigo ficar sem um amigo de quatro patas, hoje a Arca está maior, são sete e neste post estarei  apresentando todos eles, assim como pretendo escrever sobre  pessoas e Ongs que realizam projetos e eventos, visando a proteção e o bem estar de animais, tanto silvestres, selvagens ou de estimação. Bicho é tudo de bom, mas é preciso saber que se trata de uma vida, que deve ser cuidada, protegida, amada e acima  de tudo:  Respeitada.
Deixo aqui este vídeo feito pelo meu querido Lú, onde ele mostra a Ana Júlia e os seus filhotinhos , num próximo post estarei falando como ela chegou até nós,  a nossa "francesinha" amada!!!

video

Fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa

Teoria do Yin e Yang

Alimentos Yin:
 
Carnes e derivados 


          Frio                                                                  Gelado


         pato, galinha caipira                                            fígado de pato.




 Grãos                     


     Frio                                                                       Gelado   


     arroz vermelho,aveia, trigo,                                     flocos de trigo, flocos de aveia,
     centeio,cevada,painço,arroz de risoto.                                                                          


Condimentos 


                                                                                 Gelado
                      
                                                                                 açucar refinado.



Verduras e legumes


         
         Frio                                                                  Gelado


        alface,aipo,repolho,vagem,alcachofra,                acelga, rúcula,alga, broto de bambu,abóbora,
        azeitons,beterraba,chicória,alface americana.      pepino,tomate,aspargos,champion, couve chinesa.


         
Frutas


           Frio                                                               Gelado


amora,laranja,groselha,limão,maça,                           carambola,kiwi,abacaxi,manga,melancia.
pêra,morango,caqui,mamão,abacate,                                                                               
melão.

A principal erva fria é o hortelã.    



Como se pode constatar a grande maioria das verduras e legumes estão na categoria Yin, se uma pessoa for obesa do tipo Yin, ela vai " engordar" com a salada, não que a salada engorde, mas não é o mais indicado para pessoas tipo Yin, as verduras e legumes devem ser refogados e temperados com condimentos tipo Yang para daí ter um efeito equilibrado.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa

Teoria do Yin e Yang

Para as minhas amigas Carminha e Angélica, que já responderam o teste aí vão as dicas:

Tipo Yin: Como foi dito no post anterior os alimentos deverão ser consumidos sempre cozidos, alimentos crus devem ser evitados, sempre refogar as verduras, no caso das folhas acrescentar na salada condimentos Yang,  mornos, quentes e os neutros. Desta forma o alimento concentrará mais calor. Evitar alimentos tipo Yin e consumir alimentos Yang, desta forma o Jing será fortalecido e o Rim também, pessoas  Yin possuem tendência a ter energia baixa de Rim e Vesícula . Dê preferência aos alimentos com caldo,  para os chineses o caldo armazena todo o calor do alimento que lhe foi transmitido no cozimento, portanto possui energia Yang.
Tipo Yang: Prefira alimentos crus, frescos e bebidas refrescantes, sucos e chás gelados. Opte por alimentos que não necessitem de um cozimento demorado. Prefira peixe, ou frango ao invés  de  carne vermelha,  já que a carne é muito Yang. Caso não consiga deixar de comer carne vermelha use condimentos que possam esfriar o alimento Yang, uma boa opção é o hortelã para temperar, o seu sabor picante distribui as energias e dissolve as toxinas. Como tipo Yang a sua alimentação deverá ser Yin, para que você possa alcançar o seu  equilíbrio alimentar.

Alimentos Yang:


Carnes e derivados


   Quente                                             Morno                                                 Neutro  


carnes vermelhas, camarão,              fígado de galinha,                            fígado de boi,vitela, peru.
salmão,peixes defumados,truta,        frango, galinha caipira, porco.
carne de cordeiro.


Condimentos


 Quente                                                Morno                                                      Neutro


vinagre,noz-moscada,raiz forte,             vinagre balsâmico,baunilha,             ágar-ágar.
açúcar mascavo,mel, cravo,                    páprica,louro,mostarda,coentro,
semente de erva doce,anis,canela,         semente de abóbora,gergelim.
gengibre,pimentas,sal de cozinha.


Ervas


Quente                                                  Morno                                                      Neutro


folhas de limoeiro,capim-cidreira,     manjericão,tanchagem,alecrim,            melissa,salsa, azedinha.
brotos.                                                  cebolinha, coentro, sálvia.                    


Verduras e legumes   


Quente                                         Morno                                               Neutro                                  

trufa branca.                                alho-poró,chicória,quiabo,               batata-doce,aipo,
                                                      ervilha,beringela,trufa preta.            batata, inhame,
                                                                                                                    couve-flor,
                                                                                                                    cenoura,abobrinha,
                                                                                                                    cogumelos.
Frutas

Quente                                       Morno                                                    Neutro

                                                   cereja,framboesa,                                  ameixas,tangerina,
                                                   damasco,nêspera,                                 uva,tâmara.
                                                   uva- passa,figo,maracujá,
                                                   lichia.

Os grãos estão somente na categoria morno e neutro, são eles:
Morno: amêndoa,linhaça,trigo sarraceno,arroz branco,noz, trigo.
Neutros: milho,grãos verdes e amarelos.
Os alimentos neutros são bons tanto para o tipoYang quanto para o Yin.
Na próxima postagem estarei mostrando os alimentos Yin.